BNDES aprova R$ 30 milhões para Prefeitura investir em segurança pública

Carmen Eudélia (Semplan), Samuel Silveira e Débora Ferraz (Semcaspi)  e Câncio Júnior (Prodater)

A cidade de Teresina vai ganhar mais investimentos para a área da segurança pública. Um financiamento no valor de R$ 30 milhões para o projeto Teresina Protege foi aprovado pela diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O recurso será investido para a expansão do Programa Vila Bairro Segurança (VBS), fortalecimento da Guarda Municipal e instalações do Centro de Comando e Controle de Operações (CCO).

“O Teresina Protege é de suma importância na medida em que atualiza nossa cidade no que é de mais moderno em tecnologia de enfrentamento da violência. O aceite do BNDES e a forma como a cidade comportou-se, sendo a primeira do país a adquirir essa linha de crédito, seguramente, só comprova a competência da gestão tanto na captação de recursos externos como também na inovação, com projetos modernos e desenvolvimento de políticas públicas”, afirmou Samuel Silveira, secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

De acordo com Taísa Idalino, representante do BNDES, o Teresina Protege tem potencial para contribuir na redução dos índices de violência e criminalidade no Município. “O projeto contempla investimentos estruturantes voltados ao fortalecimento da capacidade do município para atuação na prevenção à violência e à criminalidade. Tendo uma abordagem proativa, integrada e multidisciplinar alinhada à nova concepção de segurança pública”, disse.

O projeto Teresina Protege foi elaborado pela Divisão de Políticas Integradas da Semcaspi e teve apoio da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan) e da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater). O projeto partiu do diagnóstico no cenário da segurança do município e de uma adaptação do programa “Município Seguro” do Governo Federal. O Vila Bairro Segurança foi desenvolvido como projeto-piloto em 13 bairros da zona Norte durante 18 meses e seguiu as orientações de consultoria do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo Débora Ferraz, assessora técnica da Semcaspi, Teresina foi a única cidade a apresentar uma frente voltada para a área da prevenção. “O Vila Bairro Segurança trouxe resultados positivos interferindo de forma bastante significativa na sensação de segurança da população, por meio das ações de prevenção e proteção nos espaços públicos voltados para a juventude (CEUS) e escolas. Contou bastante para o BNDES que Teresina foi a única a apresentar uma proposta totalmente voltada para a área de prevenção com cinco projetos ao todo”, afirmou a assessora.

Para conseguir esse financiamento, a Prefeitura de Teresina enviou um projeto de lei à Câmara Municipal em outubro de 2019, quando foi detalhado o plano municipal de segurança pública. O orçamento foi aprovado de forma unânime no legislativo. Em seguida, o executivo municipal submeteu o projeto Teresina Protege para apreciação do órgão de financiamento.

O investimento do BNDES será utilizado para promover também a compra de centenas de câmeras de vigilância que serão instaladas em toda a cidade, bem como para equipar o Centro de Comando e Controle de Operações (CCO), uma central de tecnologia que vai administrar toda a informação gerada pelas câmeras.

O Projeto VBS

O Programa Vila Bairro Segurança (VBS) lançado em 2018 contempla 13 bairros da zona Norte de Teresina por meio de projetos de intervenção de combate à violência. Em dois anos de atuação, mais de 92 mil habitantes da região foram alcançados tanto através da frente de prevenção, com os projetos “Meu Bairro é Vivo”, “Sou Capaz”, “Teresina Pela Paz”, “Paz na Escola” e “Educando para prevenir”, quanto por meio da frente de proteção, com os projetos “Blitz Sufoco” e “Teresina Protege”.

Projeto Paz na Escola realiza Colônia de Férias

O projeto Paz na Escola, um dos segmentos de prevenção à violência que compõem o programa Vila Bairro Segurança, deu início ontem (6) às atividades de sua Colônia de Férias. O público alvo consiste nos alunos da Escola Municipal Deputado Antônio Gayoso. Segundo Eliene Costa, coordenadora do projeto, o objetivo é promover a cultura de paz dentro do ambiente escolar, através do diálogo e de realização de atividades educativas.

A programação deve contar com atividades de lazer realizadas pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), escolinha de trânsito articulada pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e oficina de escovação, oferecida pela Fundação Municipal de Saúde. O encerramento acontece na sexta-feira (10).

“No mês de julho serão contempladas outras escolas, que estejam na área de atuação dos 13 bairros do Programa Vila Bairro Segurança”, detalha Eliene.

A Escola Deputado Antônio Gayoso está situada na Rua Rui Barbosa, 3809, do bairro São Joaquim.

O programa Vila Bairro Segurança foi lançado em fevereiro de 2018 e atua na zona norte de Teresina, cobrindo uma população de milhares de pessoas. Durante esses pouco mais de 20 meses foram desenvolvidos projetos que abarcam os eixos de proteção e prevenção, como o “Teresina Protege” e “Blitz Sufoco”, “Educando para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Meu Bairro é Vivo” e “Sou Capaz”.

Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. A população pode conhecer ainda mais através do site e das redes sociais da Semcaspi, ou através de contato com a Divisão de Políticas Integradas do órgão, cujo telefone é o 3131-4714.

Semcaspi realiza consulta para avaliar Vila Bairro Segurança

A Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) convida a população da Zona Norte para participar da Consulta Pública de avaliação do Programa Vila Bairro Segurança (VBS) a ser realizada nesta quinta-feira (28) a partir das 13h até as 18h e na sexta-feira (29) de 07h:40 às 12h no Centro de Formação Odilon Nunes, localizado no Bairro Marquês.

O evento será conduzido pela equipe técnica do Lagoas do Norte. Os moradores dos 13 bairros contemplados pelo Projeto Lagoas do Norte poderão comparecer para colaborar de forma ativa com o Programa. A Semcaspi reforça que é fundamental a participação da população a fim de melhorar o que já vem sendo feito através do Programa e assim buscar promover segurança pública qualidade para a região.

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, diz que o objetivo da consulta é ouvir a população e criar um espaço de debate a respeito das ações realizadas através do Programa VBS, que atua nos eixos da proteção e da prevenção em prol da segurança pública de Teresina.

O objetivo é escutar a população sobre o que pode ser melhorado. O programa é uma política pública que atua em várias frentes, fazendo a segurança das áreas, evitando que jovens fiquem em situação de vulnerabilidade social, dando capacitação para adolescentes e ainda prevenindo o uso de drogas. Vamos escutar o que as pessoas têm a dizer para que possamos aperfeiçoar o Vila Bairro Segurança”, afirma o secretário.

Na programação, o Plano Municipal de Prevenção da Prefeitura de Teresina será apresentado e seguirá com orientações para a formação de Grupos de Trabalho (GT). A participação nos GTs é livre, sendo necessário apenas um credenciamento prévio a ser realizado no início do evento. O objetivo é discutir temas como “Desenvolvimento Urbano e qualidade de vida”, “Juventudes e oportunidades” e “Cultura de paz e prevenção”. Ao final, as discussões e avaliações serão compartilhadas em plenária por representantes de cada grupo.

O Projeto

Lançado em 2018, o Programa Vila Bairro Segurança (VBS) contempla bairros da zona Norte de Teresina por meio de projetos que atuam nas frentes de proteção e prevenção. Mais de 92 mil habitantes foram atendidos por projetos como “Meu Bairro é Vivo”, “Sou Capaz”, “Teresina Pela Paz”, “Paz na Escola” e “Educando para prevenir” que compõem a frente de prevenção do VBS. Na frente de proteção, a Guarda Civil Municipal (GCM) é responsável pela parte operacional em parceria com a Polícia Militar, através dos projetos “Blitz sufoco” e “Teresina Protege”.

Equipe do Vila Bairro Segurança realiza reunião de levantamento de resultados

A equipe do programa Vila Bairro Segurança se reuniu hoje (17), no auditório da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) para levantamento de resultados das últimas operações. Já em sua 36ª edição, a articulação se divide em eixos de proteção e prevenção da violência.

A coordenadora de Políticas Integradas, Debora Ferraz, esteve à frente do encontro, além de representantes das outras instituições atuantes no projeto, como Guarda Municipal, Polícia Militar, STRANS, Conselho Tutelar, DETRAN e Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Norte. A manhã fez parte de um processo contínuo de aperfeiçoamento das operações.

Os 13 bairros assistidos pelo Vila Bairro Segurança são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. A população pode conhecer mais sobre, entrando em contato com a Coordenação de Políticas Integradas da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio do 3131-4714.

Hoje (17), a equipe do Vila Bairro Segurança se reuniu, no Auditório da Semcaspi, para um levantamento dos resultados referentes às últimas operações. O encontro faz parte de um processo constante de aperfeiçoamento do projeto, que já se encontra na 36ª edição e conta com frentes de proteção e prevenção à violência.

Reunião busca aperfeiçoamento do projeto Vila Bairro Segurança

Aconteceu, na manhã de hoje (19), no auditório da Secretaria Municipal de Finanças (Semf), uma reunião com objetivo de analisar os números referentes às últimas operações do programa Vila Bairro Segurança, em especial do eixo Blitz Sufoco e Teresina Protege. O encontro faz parte de um trabalho contínuo de aperfeiçoamento do projeto e contou com representantes dos órgãos atuantes no setor de segurança do Município e do Estado.

O Vila Bairro se encontra em sua 32ª edição e se divide em eixos de proteção e prevenção. Na frente de proteção, se destacam as operações realizadas nos sábados, de enfrentamento à direção irregular (por meio do Blitz Sufoco), combate à presença de menores em bares após o horário regulamentado e funcionamento de estabelecimentos sem alvará adequado (por meio do Teresina Protege).

As ações contam com a participação da Guarda Municipal, Polícia Militar, STRANS, Conselho Tutelar, DETRAN e Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro Sul. Incluso na frente de prevenção está o projeto Meu Bairro É Vivo, voltado para revitalização de espaços públicos. O segmento realiza ação neste sábado (22) na Praça Graça Leocádia, situada no bairro Aeroporto.

Os 13 bairros assistidos pelo Vila Bairro Segurança são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. A população pode conhecer mais sobre, entrando em contato com a Coordenação de Políticas Integradas da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio do 3131-4714.

 

Meu Bairro é Vivo leva oficinas, feiras e apresentações culturais aos bairros Aeroporto e Mocambinho

O Meu Bairro É Vivo, projeto do eixo de revitalização de espaços públicos do programa Vila Bairro Segurança, levou, no sábado (8), ações simultâneas aos bairros Mocambinho e Aeroporto. Durante os eventos, que foram das 17h às 20h, foram realizadas feirinhas, oficinas e apresentações culturais.  Tratou-se de uma realização da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), em parceria com a Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC), Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) e Fundação Wall Ferraz (FWF).

No Mocambinho, a Praça da Telemar foi a escolhida para receber a culminância. Os projetos Dançando na Praça e Cia do Riso animaram o público, além de bonecos gigantes e da banda Firmino Sobrera.

Já no Aeroporto, a Praça Graça Leócadia recebeu moradores das redondezas com a banda Luiz Gonzaga. A feirinha contou ainda com a presença do coletivo de artesãs Arte Entre Amigas. Também foi oferecida oficina de pintura em tecido, pela Fundação Wall Ferraz.

“Somos um grupo de 13 artesãs, cada uma produz individualmente suas mercadorias, que estão disponíveis para exposição. Assim podemos mostrar nosso trabalho e ele pode ser reconhecido. Então, sempre que nos convidam, estamos presentes! Nós, artesãs, temos um trabalho belíssimo. Temos orgulho de ser! Mas infelizmente não somos valorizados como merecemos”, explica Rejane Alves Rodrigues, artesã que é parte do coletivo. O Arte Entre Amigas participa do Teresina em Ação e está ativo em outros eventos à convite da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest).

A próxima edição do Meu Bairro é Vivo está prevista para o dia 22 de junho, e acontece novamente na Praça Graça Leócadia, no Aeroporto. A população pode acompanhar a programação no site da Semcaspi.

 

O projeto

A ação faz parte do Meu Bairro é Vivo, uma das frentes do Programa Vila Bairro Segurança. O “Vila Bairro Segurança” é um projeto da Prefeitura de Teresina, conduzido por meio da Semcaspi (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas), com o intuito de promover e fortalecer a política de segurança municipal, fortalecendo a inclusão social dos setores mais vulneráveis.

 

Fotos: Marília Lima

 

Prefeitura lança segunda edição do projeto Meu Bairro é Vivo

Revitalização de praças, reforma e iluminação de paradas de ônibus e construção de calçamentos. Essas são algumas das ações do Projeto Meu Bairro é Vivo, que terá sua segunda edição lançada no próximo dia 8 de junho. As ações serão realizadas até 9 de novembro e fazem parte do fortalecimento da Frente de Prevenção do projeto Vila Bairro Segurança, coordenado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

O lançamento do projeto acontece das 17h às 20h, em dois locais: na Praça Graça Leocádio, no bairro Aeroporto, e na Praça Jornalista Paulo de Tarso, no Mocambinho, zona Norte de Teresina. Nesta etapa, o projeto será executado também nas praças da Harmonia, no bairro Itaperu, e Vila Carlos Feitosa, no São Joaquim, com atividades recreativas, três bandas infantojuvenis, o Projeto Dançando na Praça e feirinha, além do teatro de bonecos, que abordará o tema de prevenção ao uso drogas, em linguagem lúdica, para crianças e adolescentes.

Até agora a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU-Norte) já revitalizou seis praças: Princesa Isabel, no bairro Mafrense; Praça Vila Carlos Feitosa, no São Joaquim; Praça Graça Leocádio, bairro Aeroporto; Jornalista Paulo de Tarso (Telemar), no Mocambinho; e Praça da Harmonia, no bairro Itaperu.

A assessora Especial de Políticas Integradas da Semcaspi, Débora Ferraz, destaca a importância das ações. “As melhorias nos locais públicos abrangidos pelo Projeto Meu Bairro é Vivo são importantes para que as pessoas conheçam e valorizem o trabalho que está sendo feito, estimulando o uso das praças com programações culturais”, diz.

Através do projeto Vila Bairro Segurança são realizadas ações no município de Teresina de enfrentamento à violência nos 13 bairros que compõem o Parque Lagoas do Norte: Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Francisco e São Joaquim.

Blitz Sufoco remove 12 veículos por irregularidades durante operação na zona Norte

Projeto faz parte da frente de proteção do Vila Bairro Segurança

Realizado no último fim de semana, os projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que compõem a frente de proteção do Programa Vila Bairro Segurança, realizaram mais um conjunto de ações de orientação e prevenção na zona Norte da capital. Dentre as principais ocorrências registradas, houve a notificação de dois estabelecimentos comerciais por falta de alvará, além de seis notificações feitas pela 1ª Vara da Infância e da Juventude, pela presença de crianças e adolescentes em horário inadequado.

Durante a operação, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal registraram 13 abordagens, com a apreensão de um material de som, por perturbação da ordem pública e nível de ruído acima do permitido. A Strans registrou 265 abordagens com, pelo menos,12 remoções.

O Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege. Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Semcaspi apresenta resultados positivos do Vila Bairro Segurança durante audiência na Câmara Municipal

Nesta segunda-feira (13), foi realizada uma audiência na Câmara Municipal de Teresina para discutir as ações do Vila Bairro Segurança em Teresina. O programa, que atua nos 13 bairros que formam o Projeto Lagoas do Norte, foi debatido com representantes de ONGs e movimento sociais. Na oportunidade, secretário Samuel Silveira explanou os aspectos positivos do programa e o bom retorno que a sociedade tem dado nas ações, tanto da prevenção, como no eixo de proteção.

O secretário Samuel enfatizou os números positivos das ações, dando ênfase ao Sou Capaz, do eixo de prevenção e que já capacitou mais de 125 pessoas para o mercado de trabalho. Uma das beneficiadas pelo projeto, Elane Maria, de 20 anos, conta que já está trabalhando e sonha em investir no futuro. “O Sou Capaz me possibilitou a profissionalização e, consequentemente, a minha inserção no mercado. É muito difícil conseguir emprego, e essa ajuda é de grande valia para nos abrir a porta para o primeiro emprego”, pontua.

Além do Sou Capaz, os projetos “Educando Para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Sou Capaz” e “Meu Bairro é Vivo” também trabalham esta temática. Por meio do “Educando Para Prevenir” e do “Paz na Escola” se promove o combate ao uso de drogas, à violência sexual e no trânsito, além das doenças sexualmente transmissíveis no ambiente escolar. O “Educando para Prevenir” alcançou cerca de 5 mil alunos nos 13 bairros de ação do Vila Bairro Segurança. Já por meio do “Paz na Escola”, foram oferecidas dezenas de ações e oficinas que orientaram cerca de 1.900 jovens de 11 escolas municipais da região a construir uma cultura de paz dentro e fora das escolas.

A construção de um espaço de convivência saudável é também um foco do Vila Bairro Segurança. O “Meu Bairro é Vivo”, que visa a requalificação de praças, reforma e iluminação de pontos de ônibus e construção de calçamento. Entre os resultados estão a revitalização das Praças Princesa Isabel, Vila Carlos Feitosa, Telemar, Graça Leopoldo e Da Paz; além da implantação da iluminação de LED; apresentações culturais e a doação de 1.200 livros para o “Cantinho da Leitura”, biblioteca comunitária do Parque Lagoas do Norte.

Frente de Proteção

De acordo com levantamento realizado pela coordenação de Políticas Integradas da Semcaspi, entre os projetos do eixo proteção, a Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizaram 2.179 abordagens, com 108 conduções à Central de Flagrantes de Teresina. Foram 42 abordagens da SDU Centro/Norte, com 11 notificações à bares por venda de bebida alcoólica para menores de idade. Quatro estabelecimentos foram interditados por irregularidades na documentação, e outros quatro foram fechados.

Durante o primeiro ano de atuação, o Conselho Tutelar de Teresina, que acompanha as operações, realizou 127 abordagens com 80 notificações pela presença de menores em horários inadequados. Já no projeto Blitz Sufoco, a STRANS e o Detran, realizaram quase 6.500 abordagens, com 240 notificações por infrações de trânsito e 732 remoções de veículos encontrados com irregularidades.

Blitz Sufoco remove 12 veículos por irregularidades na zona Norte de Teresina

Foi realizada na noite de quinta-feira (9) e madrugada desta sexta-feira (10) mais uma edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que realizaram mais um conjunto de ações na zona Norte da capital. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizaram 48 abordagens, nos bairros São Joaquim, Mocambinho, Mafrense e São Francisco. Uma motocicleta foi apreendida por estar com a documentação irregular.

Já a Strans fez a abordagem em 98 veículos, com 27 notificações por infrações de trânsito e 12 remoções de veículos por irregularidades na documentação e/ou veículo. A SDU Centro/Norte notificou um estabelecimento comercial devido a falta de alvará, orientando o proprietário a fazer a regularização do local.

De acordo com o documento de aferição das operações, o Conselho Tutelar não verificou nenhuma irregularidade envolvendo crianças e adolescentes na região onde a operação ocorreu. A ação foi comandada pelo Comandante da Guarda Municipal de Teresina, Capitão Monteiro Silva, e pelo Comandante do 9º Batalhão da PM, Major Gilson Leite.

O eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege.

Frente de Prevenção

Prevenir a violência também é um objetivo do Vila Bairro Segurança. Por isso, os projetos “Educando Para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Sou Capaz” e “Meu Bairro é Vivo” também trabalham esta temática. Os 13 bairros assistidos pelo programa são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.