BNDES aprova R$ 30 milhões para Prefeitura investir em segurança pública

Carmen Eudélia (Semplan), Samuel Silveira e Débora Ferraz (Semcaspi)  e Câncio Júnior (Prodater)

A cidade de Teresina vai ganhar mais investimentos para a área da segurança pública. Um financiamento no valor de R$ 30 milhões para o projeto Teresina Protege foi aprovado pela diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O recurso será investido para a expansão do Programa Vila Bairro Segurança (VBS), fortalecimento da Guarda Municipal e instalações do Centro de Comando e Controle de Operações (CCO).

“O Teresina Protege é de suma importância na medida em que atualiza nossa cidade no que é de mais moderno em tecnologia de enfrentamento da violência. O aceite do BNDES e a forma como a cidade comportou-se, sendo a primeira do país a adquirir essa linha de crédito, seguramente, só comprova a competência da gestão tanto na captação de recursos externos como também na inovação, com projetos modernos e desenvolvimento de políticas públicas”, afirmou Samuel Silveira, secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

De acordo com Taísa Idalino, representante do BNDES, o Teresina Protege tem potencial para contribuir na redução dos índices de violência e criminalidade no Município. “O projeto contempla investimentos estruturantes voltados ao fortalecimento da capacidade do município para atuação na prevenção à violência e à criminalidade. Tendo uma abordagem proativa, integrada e multidisciplinar alinhada à nova concepção de segurança pública”, disse.

O projeto Teresina Protege foi elaborado pela Divisão de Políticas Integradas da Semcaspi e teve apoio da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan) e da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater). O projeto partiu do diagnóstico no cenário da segurança do município e de uma adaptação do programa “Município Seguro” do Governo Federal. O Vila Bairro Segurança foi desenvolvido como projeto-piloto em 13 bairros da zona Norte durante 18 meses e seguiu as orientações de consultoria do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo Débora Ferraz, assessora técnica da Semcaspi, Teresina foi a única cidade a apresentar uma frente voltada para a área da prevenção. “O Vila Bairro Segurança trouxe resultados positivos interferindo de forma bastante significativa na sensação de segurança da população, por meio das ações de prevenção e proteção nos espaços públicos voltados para a juventude (CEUS) e escolas. Contou bastante para o BNDES que Teresina foi a única a apresentar uma proposta totalmente voltada para a área de prevenção com cinco projetos ao todo”, afirmou a assessora.

Para conseguir esse financiamento, a Prefeitura de Teresina enviou um projeto de lei à Câmara Municipal em outubro de 2019, quando foi detalhado o plano municipal de segurança pública. O orçamento foi aprovado de forma unânime no legislativo. Em seguida, o executivo municipal submeteu o projeto Teresina Protege para apreciação do órgão de financiamento.

O investimento do BNDES será utilizado para promover também a compra de centenas de câmeras de vigilância que serão instaladas em toda a cidade, bem como para equipar o Centro de Comando e Controle de Operações (CCO), uma central de tecnologia que vai administrar toda a informação gerada pelas câmeras.

O Projeto VBS

O Programa Vila Bairro Segurança (VBS) lançado em 2018 contempla 13 bairros da zona Norte de Teresina por meio de projetos de intervenção de combate à violência. Em dois anos de atuação, mais de 92 mil habitantes da região foram alcançados tanto através da frente de prevenção, com os projetos “Meu Bairro é Vivo”, “Sou Capaz”, “Teresina Pela Paz”, “Paz na Escola” e “Educando para prevenir”, quanto por meio da frente de proteção, com os projetos “Blitz Sufoco” e “Teresina Protege”.

Blitz Sufoco remove 12 veículos por irregularidades na zona Norte de Teresina

Foi realizada na noite de quinta-feira (9) e madrugada desta sexta-feira (10) mais uma edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que realizaram mais um conjunto de ações na zona Norte da capital. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizaram 48 abordagens, nos bairros São Joaquim, Mocambinho, Mafrense e São Francisco. Uma motocicleta foi apreendida por estar com a documentação irregular.

Já a Strans fez a abordagem em 98 veículos, com 27 notificações por infrações de trânsito e 12 remoções de veículos por irregularidades na documentação e/ou veículo. A SDU Centro/Norte notificou um estabelecimento comercial devido a falta de alvará, orientando o proprietário a fazer a regularização do local.

De acordo com o documento de aferição das operações, o Conselho Tutelar não verificou nenhuma irregularidade envolvendo crianças e adolescentes na região onde a operação ocorreu. A ação foi comandada pelo Comandante da Guarda Municipal de Teresina, Capitão Monteiro Silva, e pelo Comandante do 9º Batalhão da PM, Major Gilson Leite.

O eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege.

Frente de Prevenção

Prevenir a violência também é um objetivo do Vila Bairro Segurança. Por isso, os projetos “Educando Para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Sou Capaz” e “Meu Bairro é Vivo” também trabalham esta temática. Os 13 bairros assistidos pelo programa são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Vila Bairro Segurança: Blitz Sufoco remove 18 veículos irregulares na zona Norte

Foi realizada no último sábado (30) e domingo (31) mais uma edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que compõem a frente de proteção do Programa Vila Bairro Segurança, na zona Norte da capital. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, apreendeu 10 porções de substância análoga à maconha e 1 porção de cocaína. Os dois órgãos realizaram, juntos, 50 abordagens nos 13 bairros que formam o Projeto Lagoas do Norte.

Também foi realizada a condução de uma pessoa à Central de Flagrantes por porte de drogas. O Conselho Tutelar e a 1ª Vara da Infância e da Juventude fizeram quatro abordagens, com dois encaminhamentos por conta da presença de menores em bares em horário inadequado. Já a Strans e Detran realizaram a abordagem em 215 veículos, com 18 remoções realizadas.

Segundo o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, a avaliação desta edição dos dois projetos que integram o Vila Bairro Segurança é positiva. “Essa é uma ação integrada da Prefeitura de Teresina, em parceria com vários órgãos municipais, além da Polícia Militar e vem auxiliando na política de segurança pública, contribuindo com a proteção da população da zona Norte da capital”, comenta o secretário Samuel Silveira.

O eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege. Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Vila Bairro Segurança completa um ano de proteção e prevenção à violência em Teresina

Lançado em fevereiro de 2018, o programa Vila Bairro Segurança está completando um ano de atuação em Teresina. A inciativa, da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) leva, aos 13 bairros que compõe o projeto Lagoas do Norte, a repressão contra a violência – por meio dos projetos “Teresina Protege” e “Blitz Sufoco” – e também a prevenção à criminalidade, através do projetos do eixo preventivo; o “Educando para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Meu Bairro é Vivo” e “Sou Capaz”.

De acordo com levantamento realizado pela coordenação de Políticas Integradas da Semcaspi, entre os projetos do eixo proteção, a Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizaram 2.179 abordagens, com 108 conduções à Central de Flagrantes de Teresina. Foram 42 abordagens da SDU Centro/Norte, com 11 notificações à bares por venda de bebida alcoólica para menores de idade. Quatro estabelecimentos foram interditados por irregularidades na documentação, e outros quatro foram fechados.

Durante o primeiro ano de atuação, o Conselho Tutelar de Teresina, que acompanha as operações, realizou 127 abordagens com 80 notificações pela presença de menores em horários inadequados. Já no projeto Blitz Sufoco, a STRANS e o Detran, realizaram quase 6.500 abordagens, com 240 notificações por infrações de trânsito e 732 remoções de veículos encontrados com irregularidades.

Sempre verificamos em nossas operações em conjunto a regularidade de bares e casas de festas, se estão aptas a funcionarem e se há alguma infração sendo cometida. Orientamos proprietários desses estabelecimentos a se adequarem perante as leis, o que gera uma maior sensação de segurança aos clientes. Além de punir administrativamente aqueles que não se adéquam perante a legislação. Somos muito gratos às parcerias proporcionadas pelo programa e estamos dispostos a continuar sempre trabalhando para uma melhor comunidade na zona norte de Teresina”, destaca Enéas Costa, Gerente de Fiscalização da SDU Centro/Norte.

Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. “Nesse um ano de atuação a Guarda Municipal de Teresina participou e participa deste projeto tão importante a fim de proporcionar à população sensação de segurança. Contribuímos com abordagens, apreensões de drogas, auxiliamos na recuperação de veículos, fizemos conduções à central de flagrantes, participamos de ações que combatem o uso de álcool por menores, dentre outras ações”, destaca o Capitão Monteiro Silva, Comandante da Guarda Municipal.

Ações essas que estão frutificando tantos resultados positivos, que outras regiões da capital solicitam o Vila Bairro também, visto a diminuição do índice da criminalidade nos dias das ações”, complementa o Comandante da Guarda Municipal.

Frente de Prevenção

Prevenir a violência também é um objetivo do Vila Bairro Segurança. Por isso, os projetos “Educando Para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Sou Capaz” e “Meu Bairro é Vivo” também trabalham esta temática. Por meio do “Educando Para Prevenir” e do “Paz na Escola” se promove o combate ao uso de drogas, à violência sexual e no trânsito, além das doenças sexualmente transmissíveis no ambiente escolar. O “Educando para Prevenir” alcançou cerca de 5 mil alunos nos 13 bairros de ação do Vila Bairro Segurança. Já por meio do “Paz na Escola”, foram oferecidas dezenas de ações e oficinas que orientaram cerca de 1.900 jovens de 11 escolas municipais da região a construir uma cultura de paz dentro e fora das escolas. Outro projeto incluído na ação integrada, o “Sou Capaz” atuou na profissionalização de 125 alunos de 18 a 24 anos por meio de cursos disponibilizados gratuitamente.

A construção de um espaço de convivência saudável é também um foco do Vila Bairro Segurança. O “Meu Bairro é Vivo”, que visa a requalificação de praças, reforma e iluminação de pontos de ônibus e construção de calçamento. Entre os resultados estão a revitalização das Praças Princesa Isabel, Vila Carlos Feitosa, Telemar, Graça Leopoldo e Da Paz; além da implantação da iluminação de LED; apresentações culturais e a doação de 1.200 livros para o “Cantinho da Leitura”, biblioteca comunitária do Parque Lagoas do Norte.

Em um ano de atuação, o Vila Bairro Segurança se consolidou como uma importante estratégia de redução da violência na região dos 13 bairros que compõem o Parque Lagoas do Norte. No âmbito da frente de proteção, temos o Teresina Protege e Blitz Sufoco. Fiscalizamos o trânsito, coibimos o consumo de bebidas alcoólicas entre e crianças e adolescentes e, claro, mais segurança para a população. Buscamos também resolver a problemática da violência por sua raiz, marcando presença nas escolas teresinenses e promovendo uma cultura de paz e respeito”, declara o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

Vila Bairro Segurança: Homem é conduzido para a Central de Flagrantes com porções de drogas na zona Norte

Realizada no último fim de semana, a 21ª edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que compõem a frente de proteção do Programa Vila Bairro Segurança, realizaram mais um conjunto de ações na zona Norte da capital. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, prendeu um homem de identidade não revelada com porções de maconha e cocaína. Os dois órgãos realizaram outras 50 abordagens nos 13 bairros que formam o Projeto Lagoas do Norte.

O Conselho Tutelar e a 1ª Vara da Infância e da Juventude fizeram 13 abordagens com dois encaminhamentos por conta da presença de menores em bares e em horário inadequado. Já a Strans fez a abordagem em 218 veículos, com 18 remoções realizadas.

Segundo o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, a avaliação desta edição dos dois projetos que integram o Vila Bairro Segurança é positiva. “Essa é uma ação integrada da Prefeitura de Teresina, em parceria com vários órgãos municipais, além da Polícia Militar e vem auxiliando na política de segurança pública, contribuindo com a proteção da população da zona Norte da capital”, comenta o secretário Samuel Silveira.

O eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege. Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Vila Bairro Segurança: Operação apreende drogas e fecha estabelecimento por falta de alvará na zona Norte

Realizada no último fim de semana, a 20ª edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que compõem a frente de proteção do Programa Vila Bairro Segurança, realizaram mais um conjunto de ações na zona Norte da capital. Dentre as principais ocorrências registradas, foram apreendidas pelo menos 10 porções de drogas, dentre elas, maconha, cocaína e crack. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizou 150 abordagens, com duas conduções para a Central de Flagrantes de Teresina.

Já a SDU/Centro-Norte interditou um estabelecimento comercial, por falta de alvará de funcionamento, e orientou o dono do estabelecimento à procurar o órgão para a regularização do local. O Conselho Tutelar e a 1ª Vara da Infância e da Juventude fizeram 25 notificações com nove notificações; e a Strans fez a abordagem em quase 300 veículos, com 17 remoções realizadas.

O secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, avaliou positivamente esta edição dos dois projetos que integram o Vila Bairro Segurança. “Essa é uma ação integrada da Prefeitura de Teresina, em parceria com vários órgãos municipais, além da Polícia Militar e vem auxiliando na política de segurança pública, contribuindo com a proteção da população da zona Norte da capital”, comenta o secretário Samuel Silveira.

O Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos do eixo proteção, Blitz Sufoco e Teresina Protege. Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Vila Bairro Segurança: operação “Teresina Protege” apreende porções de cocaína em bar no Real Copagre

Ocorreu, durante o último fim de semana, mais uma operação do projeto “Teresina Protege”, que faz parte das ações do Programa Vila Bairro Segurança. O projeto é realizado pela prefeitura da capital, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), junto com a SDU Centro/Norte, Polícia Militar, Guarda Municipal de Teresina, Conselho Tutelar, Vara da Infância e da Adolescência e Strans.

A Guarda Municipal de Teresina e a PM registraram, durante a operação, um total de 385 abordagens. Ao todo, 68 motocicletas tiveram as placas verificadas para a busca de possíveis veículos roubados. Foram apreendidas duas porções de cocaína e uma trouxa de bicarbonato, usado para a venda de entorpecentes em um bar no Real Copagre, na zona norte da capital.

O Conselho Tutelar de Teresina realizou 11 abordagens e uma notificação, em função da presença de um menor de idade em horário inapropriado em uma casa de shows da zona Norte. Além disso, a SDU Centro/Norte emitiu uma notificação por obstrução de passeio público. “Trata-se de um grande trabalho de prevenção e conscientização que é feito na região do Parque Lagoas do Norte. Percebemos que a população vem apoiando e contribuindo bastante para o sucesso do programa”, avalia Samuel Silveira, secretário da Semcaspi.

Os 13 bairros assistidos pelo Vila Bairro Segurança são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. Participaram equipes da Polícia Militar, Guarda Municipal, Rone, Strans e Vara da Infância e da Juventude, Conselho Tutelar e SDU/Centro-Norte.

“Teresina Protege” realiza 19 abordagens em operação na madrugada de domingo (28)

Na madrugada de domingo (28), foi realizada a 19° operação do projeto “Teresina Protege”, do eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança. A ação é realizada pela Prefeitura, por meio da Guarda Municipal, Polícia Militar, SDU Centro/Norte, Conselho Tutelar e Vara da Infância e Juventude.

A edição realizou 19 abordagens em bares dos 13 bairros que forma o Projeto Lagoas do Norte, onde acontecem as ações. Foi constatado a presença de crianças fora do horário permitido. Sete notificações foram feitas ao Conselho Tutelar de Teresina.

“O Vila Bairro Segurança é uma importante estratégia de redução da violência que está sendo experimentada na região dos 13 bairros que compõem o Parque Lagoas do Norte. No âmbito da frente de proteção, quinzenalmente, temos o Teresina Protege e Blitz Sufoco. Fiscalizamos o trânsito, coibimos o consumo de bebidas alcoólicas entre e crianças e adolescentes e, claro, mais segurança para a população”, destaca Samuel Silveira, secretário da Semcaspi.

O Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege. Os 13 bairros assistidos pelo projeto são: Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Vila Bairro Segurança: última edição do Blitz Sufoco e Teresina Protege em 2018 realiza abordagens na zona Norte

Na noite dessa quinta-feira (20) foi realizada a última edição em 2018 das operações Blitz Sufoco e Teresina Protege, que fazem parte do Programa Vila Bairro Segurança. A ação é realizada pela prefeitura da capital, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

Durante a operação, foram feitas 29 abordagens pela Polícia Militar; 235 abordagens de trânsito na Avenida Duque de Caixas, com 26 notificações por infração, 14 remoções de veículos e nove testes do bafômetro. Além disso, foram realizadas três notificações a estabelecimentos por falta de alvará e um auto de infração por obstrução de passei o público.

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, faz um balanço do Programa Vila Bairro Segurança no ano de 2018 e agradece todas as instituições que participam do projeto. “Encerramos o Blitz Sufoco e Teresina Protege em 2018 com a sensação de dever cumprido. O Programa Vila Bairro Segurança é um sucesso e nossa meta é ampliá-lo para todas as zonas da capital nos próximos anos. Aproveito para agradecer a todos os órgãos envolvidos. Foram várias ações integradas que deram grandes resultados no auxílio da segurança em nossa cidade. E já estamos planejando as ações para 2019”, comenta.

Os 13 bairros assistidos pelo Vila Bairro Segurança são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim. Participaram equipes da Polícia Militar, Guarda Municipal, Rone, Strans e Vara da Infância e da Juventude, Conselho Tutelar e SDU/Centro-Norte.

Vila Bairro Segurança: Mais de 3 mil crianças recebem orientações sobre prevenção às drogas

Para contribuir com o enfrentamento à violência, a prevenção é considerada um fator primordial. Por isso, no programa Vila Bairro Segurança, a frente de Prevenção trabalha ações integradas que buscam à identificação de fatores de risco e fortalecimento dos fatores protetivos, através do desenvolvimento de seis projetos articulados entre as secretarias do município. 

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Politicas Integradas (Semcaspi) divulgou os números correspondentes as ações preventivas de três projetos que integram o eixo, realizadas no período de fevereiro a outubro de 2018. No projeto Educando para Prevenir, que realiza ações educativas nas escolas municipais, através da Guarda Municipal de Teresina, 3.742 crianças receberam orientações sobre a prevenção às drogas. 

Já no projeto Sou Capaz, que atua na capitação profissional, 125 jovens de 18 a 24 anos participaram de cursos como de Operador (a) de microcomputador, operador (a) de Caixa, Operador (a) de Microcomputador; Corte de cabelo masculino e barbearia e operador (a) de Call Center. A turma do curso de operador (a) de Call Center contabilizou um total de 30 jovens participantes das aulas. Ao final da capacitação, 23 jovens foram encaminhados a seleções de emprego. 

O Núcleo de articulação e monitoramento (NAM) do Vila Bairro Segurança esteve em contato com esses jovens durante todo o processo de capacitação profissional e encaminhamentos ao mercado de trabalho. Através do acompanhamento, percebemos como o projeto do primeiro emprego vem fazendo a diferença na vida de cada um dos jovens que foi contemplado com a ação”, destaca Débora Ferraz,  assessora técnica de Políticas Integradas da Semcaspi e uma das coordenadoras do NAM. 

No projeto Paz na Escola, que visa à construção de uma cultura de paz dentro do ambiente escolar, foram realizadas oficinas sobre a prevenção à violência de gênero; prevenção à violência sexual; prevenção à violência no trânsito e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis/AIDS para adolescentes. Ao todo, quatro escolas municipais receberam as oficinas e, em números gerais, 1.859 alunos receberam as orientações. Além dos alunos, 51 professores de três escolas municipais também participaram das atividades. O projeto também realizou uma Colônia de Férias, no Escolão do Mocambinho, contemplando 400 alunos. 

Já o Projeto Meu Bairro é Vivo tem, entre seus objetivos, a requalificação de praças, reforma e iluminação de pontos de ônibus e construção de calçamento. Na primeira etapa, que prevê a requalificação de cinco praças, a Praça Princesa Isabel, no bairro Mafrense, já teve suas obras concluídas. Nas ações foi realizada a revitalização da praça, implantação da iluminação de LED, apresentações culturais e a doação de 1.000 livros. No momento, a revitalização está sendo realizada na Praça da Vila Carlos Feitosa. 

O Vila Bairro Segurança se mostra como um importante instrumento na formação da cultura da paz de toda uma comunidade. Todos os projetos se somam na perspectiva de consolidar algo que é extremamente importante, que é a sensação de segurança. Enxergamos, através da ótica da prevenção, uma ação que vem dando certo a partir dos seus resultados”, comenta Samuel Silveira, secretário da Semcaspi. 

Além da frente de prevenção, o programa Vila Bairro Segurança também atua na frente de proteção e pesquisa/monitoramento.  Na frente de proteção, os projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege trabalham, respectivamente, ações no controle de condutores embriagados, desarmamento, além da coibição da venda de bebidas alcoólicas a menores de idade. Já a frente de pesquisa e monitoramento visa à produção de conhecimento sob a construção de um observatório da violência.