Notícias em destaque na página inicial

Mãe Teresinense contabiliza mais de 160 atendimentos a gestantes em situação de vulnerabilidade social

Gestantes e recém-nascidos podem contar com serviços de deslocamento e enxoval oferecidos pela Prefeitura de Teresina por meio do projeto Mãe Teresinense. O programa presta atendimento integral às mães em situação de vulnerabilidade social e renda e já contabiliza 162 atendimentos.

As ações inclusas no Mãe Teresinense são realizadas em conjunto, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. O projeto conta com eixo de Política de Atenção às Mulheres, de Assistência Social, que consiste em acompanhamento familiar, atendimento no benefício eventual de auxílio-natalidade e a inclusão nos demais serviços ofertados pelo CRAS.

Além do acompanhamento do pré-natal, por meio da estratégia Saúde da Família, o eixo de Saúde atua de forma informativa, oferecendo oficinas que buscam tornar o processo da gestação, do parto e do nascimento mais seguro e confortável. O programa Amor de Tia, serviço que busca orientar sobre os cuidados necessários aos filhos de mulheres que sofreram violência, também está incluso no quadro do Mãe Teresinense.

Como participar

Já na suspeita de uma eventual gestação, a mulher pode procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Se confirmada a gravidez, se inicia o pré-natal e o encaminhamento ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), onde mediante adequação aos critérios de renda per capita de ¼ do salário mínimo e inscrição no CadÚnico, se realiza a inclusão no Mãe Teresinense.

A família recebe, então, atendimento por parte do Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF) e concessão para utilização do transporte no dia do parto e no retorno para sua residência, de forma que a segurança seja assegurada. A população pode conhecer ainda mais e sanar eventuais dúvidas por meio do 3131-4729 e do 3131-4730.

Confira as atrações culturais do Teresina em Ação deste sábado (20)

O Teresina Em Ação chega à sua 23ª edição no sábado (20) e leva à Praça dos Orixás, no Parque Lagoas do Norte, mais de 150 serviços nas áreas de saúde, cidadania, assistência social e lazer. Além destes, o evento conta ainda com programação cultural, que acontece durante toda a manhã, de 7h30 até às 13h.

Programação

7h30 – A Ginástica Laboral abre o palco
8h – Banda 16 de Agosto
8h30 – Apresentação do Ballet do Teatro do Boi
8h50 – Semcaspi realiza atração com balões
9h10 – Teatro de Bonecos
9h30 – O Grupo Estampido anima o palco
9h45 – O Teatro de Bonecos retorna para mais uma apresentação
10h – Orquestra Sânfonica de Teresina
10h30 – O Grupo Anima Kids se apresenta
10h50 – O Mestre Zudu sobe ao palco para uma movimentação de Capoeira
11h – O Centro de Convivência Rita de Cássia traz as Lavadeiras do Rio Poti
11h20 – Projeto Dançando na Praça anima o público
11h30 – O Circo Hatary se apresenta
12h – O mágico Zaron sobe ao palco

O Teresina Em Ação é realizado pela Prefeitura de Teresina por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e já contabiliza dois anos de atuação e mais de 400 mil atendimentos em diversos bairros da capital.

O projeto continua mensalmente levando, um sábado por mês, cidadania, lazer, cultura, saúde e assistência social a um bairro da capital. A população pode conhecer mais entrando em contato com a Gerência de Políticas Integradas da Semcaspi, por meio do 3131-4714.

Operação Cavalo de Troia recupera celulares roubados na Praça da Bandeira

A Guarda Civil Municipal (GCM) deu apoio à Polícia Militar, na manhã desta quarta-feira (17), na execução da operação “Cavalo de Troia” que tinha o intuito de recuperar aparelhos celulares roubados que estavam sendo comercializados livremente na Praça da Bandeira.

O comandante da GCM, capitão Monteiro Silva, informou que 54 aparelhos foram recuperados na operação e duas pessoas levadas para o 1º Distrito Policial para averiguação.

“Recuperamos ainda vários outros objetos como perfumes e carregadores de celular que foram abandonados pelos meliantes durante a abordagem. Nenhum dos produtos possuía nota fiscal”, diz Monteiro, ressaltando a parceria das forças de segurança no sentido de levar tranquilidade ao cidadão que frequenta o centro de Teresina.

O comandante da Guarda Civil alerta que novas operações estão sendo programadas nas praças públicas e orienta as pessoas a não comprar produtos sem nota fiscal, que possuem origem desconhecidas e com valor bem abaixo do preço de mercado, pois isso pode se configurar no crime de receptação culposa.

A operação Cavalo de Troia contou com a participação do 1º Batalhão da Polícia Militar, Força Tarefa, Batalhão de Policiamento das Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (BPRONE) e Polícia Ambiental.

Centro Dia para Pessoas com Deficiência realiza visita ao Zoobotânico de Teresina

O Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência, instituição administrada pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), realizou, na sexta-feira (12), visita ao Parque Zoobotânico de Teresina. A ação fez parte da programação de lazer da unidade e contou com a presença de usuários e profissionais.

Segundo Luzinara Soares, coordenadora do Dia, a instituição sempre busca oferecer, também, momentos de lazer. “É a primeira vez no Zoobotânico, mas sempre fazemos banhos, passeios no Shopping, no Parque da Cidadania. A atividade teve como objetivo proporcionar o lazer, o contato com a natureza e os animais, valorizando assim os espaços disponíveis em nossa cidade!”, detalha.

O Centro Dia para Pessoas com Deficiência atende pessoas de 18 a 59 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou que estejam inscritas no CadÚnico e se encontram em situação de vulnerabilidade social. Estando, ainda, com algum grau de dependência, que tiveram ou têm limitações agravadas pela convivência com situações de risco ou violação de direitos.

Entre os serviços ofertados no Centro, estão atividades de convivência e fortalecimento de vínculos e cuidados pessoais com deficientes; orientação e apoio aos cuidadores e/ou familiares e identificação de tecnologias assistidas de convivência e autonomia da pessoa com deficiência.

Os encaminhamentos ao Centro podem ser por demanda espontânea ou serviços da rede socioassistencial e demais políticas públicas. Os atendimentos na instituição ocorrem de 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. O Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência está localizado na Rua Acre, n°352, no bairro Ilhotas. A população pode conhecer ainda mais por meio do 3221-4611.

Colônia de Férias do Lagoas do Norte contará com o projeto Paz na Escola

Durante a programação da Colônia de Férias no Parque Lagoas do Norte, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), realiza o Projeto Paz na Escola.

A iniciativa tem como finalidade construir a cultura na paz dentro do ambiente escolar através do diálogo e da realização de atividades educativas voltadas para alunos do sexto ao nono ano e com a população da região norte da capital.

De acordo com Eliene Costa, coordenadora do projeto, as ações vão acontecer entre os dias 15 a 19 de julho, das 8h às 11h, na escola municipal Dilson Fernandes e nos dias 18, 19 e 20 de julho, no mesmo horário, no Parque Lagoas do Norte.

“O Paz na Escola já realizou a mobilização de 51 professores da rede municipal de ensino através das oficinas de prevenção a violência de gênero e sexual contra crianças e adolescentes. O projeto já foi ofertado para 1459 alunos durante sua execução e contemplou, também, 700 alunos na colônia de férias”, completa Eliene.

O Paz na Escola faz parte do programa Vila Bairro Segurança, é executado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semec), Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Fundação Municipal de Saúde (FMS), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans).

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, explicou que diversas atividades estão sendo programadas para acontecer durante o mês de julho. “Estamos programando diversas atividades de lazer da Semel, oficinas educativas da Strans, oficina de higiene bucal e escovação da FMS tanto na escola, quanto no Parque Lagoas do Norte”, finaliza.

Capacitação orienta profissionais sobre notificação compulsória de violência

O auditório da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), recebeu hoje (11) o segundo e último dia de Capacitação sobre Notificação Compulsória de Violência. A ação é voltada para as unidades e conselhos da rede socioassistenciais e buscou orientar os profissionais sobre o preenchimento da ficha de notificação prevista nesses casos.

De acordo com Elaine Monteiro da Costa, chefe do Núcleo de Vigilância de Violências e Acidentes (Nuviva) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capacitação acontece por meio de uma parceria da FMS com a Gerência de Direitos Humanos da Semcaspi.

Estiveram presentes Conselheiros Tutelares e membros das equipes das unidades, entre eles assistentes sociais, pedagogos e psicólogos. Os registros dos dois dias de capacitação podem ser conferidos no site e nas redes sociais da Semcaspi.

Mocambinho recebe Meu Bairro É Vivo neste sábado (13)

A Praça da Telemar, situada no bairro Mocambinho, recebe neste sábado (13) mais uma edição do projeto Meu Bairro É Vivo, ação inclusa no eixo de revitalização de espaços públicos do Vila Bairro Segurança. O evento será das 17h às 20h e se trata de uma realização da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), da Fundação Monsenhor Chaves (FMC), da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) e da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

No mês passado, o Meu Bairro é Vivo teve uma programação direcionada ao bairro Aeroporto. A Praça Graça Leocádia recebeu, por quatro fins de semana, cultura, lazer, oficinas, feirinhas e esporte. Na ocasião, a Coordenadora do projeto, Eliene Costa, comemorou a assiduidade do público. “O evento foi muito positivo. Observamos que a população gostou muito do evento. Do primeiro sábado até o último, a participação popular só aumentou”.

“Um dos objetivos foi alcançado, que é promover a utilização da praça pelos moradores, e assim fazer com que eles também cuidem e valorizem esse espaço público tão importante”, destaca Eliene. A coordenadora, então, convida todos a comparecem ao novo ciclo do projeto, a ser realizado na Praça da Telemar. “Teremos a banda infanto-juvenil Tom Jobim, o projeto Dançando na Praça, a Feirinha de Artesanato e o Teatro de Bonecos”, informa.

A Praça da Telemar recebe o Meu Bairro é Vivo novamente no dia 27 de julho e mais uma vez no dia 3 de agosto. O próximo bairro previsto na programação é a do Itaperu.

O projeto

A ação faz parte do Meu Bairro é Vivo, uma das frentes do Programa Vila Bairro Segurança. O “Vila Bairro Segurança” é um projeto da Prefeitura de Teresina, conduzido por meio da Semcaspi, com o intuito de promover e fortalecer a política de segurança municipal, fortalecendo a inclusão social dos setores mais vulneráveis.

Os 13 bairros assistidos pelo projeto são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Semcaspi realiza capacitação com profissionais dos territórios Leste e Norte

A equipe da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizou hoje (9), o primeiro dia de capacitação sobre Notificação Compulsória de Violência. A ação faz parte de um trabalho de orientação, sobre o preenchimento da ficha prevista nesses casos, utilizada para abastecer os bancos de dados do município e foi direcionada a profissionais da rede socioassistencial de Teresina.

Durante a manhã, foram discutidas situações hipotéticas e os protocolos de atendimento referentes. Conselheiros Tutelares e profissionais das equipes técnicas das unidades discutiram e realizaram o preenchimento das fichas de acordo com cada caso de violência específico. A capacitação se estende ao turno da tarde, com outro grupo e acontece novamente na quinta-feira (11), nos mesmos horários e local. Os territórios contemplados serão Leste e Norte.

Sofia Helena Mendes Fialho é suplente do Conselho Tutelar e esteve presente. Segundo ela, momentos como esse são de grande importância. “A capacitação vem agregar mais valores ainda e esclarecer alguns pontos que a gente tem dúvida. Focamos na contabilização da violência dentro de todo o âmbito da família, da criança ao idoso. Também houveram esclarecimentos com relação à rede de proteção e quais os canais podemos entrar em contato através da denúncia. Como conselheira tutelar, somos uma porta de entrada para receber essas denúncias e acompanhar todo o processo”, afirma.

De acordo com a coordenadora da Gerência de Direitos Humanos da Semcaspi, Deusa Fernandes, os profissionais tiveram a oportunidade de compreender a necessidade dessa notificação e de fazer parte dessa troca de experiências entre assistência social e saúde. “Esse momento foi bastante rico, principalmente por conta da experiência de preenchimento dessa ficha. A intenção é que possamos cobrir toda a rede socioassistencial com essa capacitação”, destaca.

Gerência de Nutrição da Semcaspi oferece curso de boas práticas na manipulação de alimentos

A Gerência de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) ofereceu hoje (8) o curso de boas práticas na manipulação de alimentos. A capacitação foi voltada aos funcionários das unidades socioassistenciais do município e contou com a distribuição de informativos, aplicação de questionários e a entrega de fardamentos aos colaboradores.

Encontros de natureza educativa como esse acontecem pelo menos uma vez ao ano, com objetivo de assegurar que a alimentação oferecida por meio das unidades seja higiênica e segura. Os colaboradores foram informados sobre a proteção, a conservação e o preparo adequado dos alimentos para que se evite a contaminação.

“É uma forma de estar atualizando os conhecimentos desses colaboradores que estão trabalhando diretamente nas nossas unidades. O nosso objetivo é a segurança alimentar. Fazer com que eles façam um bom trabalho, desde o recebimento até a distribuição da alimentação. Todo esse processo é explicado, para que no final se tenha um alimento produzido com segurança para os nossos usuários”, explica Ana Diva Macêdo, Gerente de Segurança Alimentar e Nutricional da Semcaspi.

A secretaria executiva do Sistema Único de Assistência Social (Suas), Mauricéia Carneiro, esteve presente, auxiliando na distribuição do fardamento que consistiu em aventais, luvas, botas, toucas, entre outros.

Os registros da ação podem ser conferidos no site e nas redes sociais da Semcaspi. Mais informações também podem ser obtidas por meio do 3131-4749.

Refugiados venezuelanos ganham novo abrigo na zona Norte de Teresina

Após três meses vivendo em abrigos improvisados, os cerca de 115 refugiados venezuelanos que estão em Teresina ganharam, nesta quinta-feira (4), um novo espaço para viver. O local foi cedido pelo governo do estado e será administrado pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

Os venezuelanos foram transferidos de três abrigos para um novo espaço, que fica localizado no antigo CSU do Buenos Aires, zona Norte da Capital. A transferência foi acompanhada por uma equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, agentes de proteção social, organizações não governamentais e representantes poder público.

De acordo com o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, os venezuelanos estão passando por um processo de adaptação. “Está sendo bastante desafiador, sobretudo, por conta das peculiaridades culturais deles. No entanto, nós estamos empenhados em acolhê-los da melhor forma possível, dentro das possibilidades e dos recursos que dispomos no momento”, explica.

O abrigo foi adaptado e reformado para recebê-los. O espaço é bastante amplo, arborizado, possui 11 quartos e conta ainda com área externa para convivência e lazer. Além disso, o local possui iluminação, água encanada, banheiros, bebedouro e conta com aparelhos eletrodomésticos como ventiladores, geladeiras e móveis, que foram doados aos migrantes.