Como parte do plano de enfrentamento ao novo coronavírus, o estádio Lindolfo Monteiro tornou-se lar para 140 pessoas em situação de rua ao longo dos últimos três meses. O abrigo montado pela Prefeitura de Teresina no local garante atendimento de saúde e várias ações necessárias para proteger essa parcela da população contra os riscos da pandemia da Covid-19.

“O trabalho social com pessoas em situação de rua se fortaleceu nessa pandemia. As ações já ofertadas foram ampliadas, garantindo o acolhimento 24 horas no cumprimento de medidas de proteção a esse público. Vamos garantir essas ações enquanto for necessário. De forma articulada com a FMS, temos oferecido um conjunto de ações que garantem dignidade e proteção social”, afirma Janaína Carvalho, secretária Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas. 

Com a transferência do público idoso para uma nova instituição de longa permanência no mês de junho, o espaço abriga, hoje, um total de 25 pessoas. Elas permanecem recebendo atendimento à saúde, alimentação, higiene e assistência social, além da participação em atividades socioeducativas, como roda de conversa sobre diversos temas.

O coordenador do abrigo, Édson Araújo, destaca que o trabalho assistencial será continuado para evitar o possível retorno às ruas. “Nossa equipe já trabalha com a possibilidade de tentar o restabelecimento dos vínculos familiares e uma série de outras ações para esse público”, informa.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).