As pessoas em situação de rua que estão abrigadas no estádio Lindolfo Monteiro tiveram uma manhã de cidadania e promoção do autocuidado. Uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas e a Fundação Wall Ferraz levou o serviço de corte de cabelo.

 

“No Lindolfo Monteiro, a equipe tem realizado um belo trabalho de atendimento a essa população. Os profissionais de saúde e assistentes sociais tem acompanhado essas pessoas diariamente. E a parceria com a FWF é importante nesse processo de cuidado”, afirma o secretário.

 

As instrutoras da fundação atenderam 26 das 36 pessoas que estão abrigadas no local. De acordo com o secretário Samuel Silveira, da Semcaspi, essa iniciativa tem como objetivo promover cidadania e para que eles resgatem os cuidados com o corpo.

 

“Em tempos de pandemia, a higiene e autocuidado são aliados contra a propagação de doenças. A FWF levou parte do projeto Ação Cidadania ao estádio Lindolfo Monteiro, atendendo pessoas em situação de rua que estão abrigadas naquele espaço, com o serviço de corte de cabelo, obedecendo todas as recomendações de distanciamento social e uso de EPIs. O objetivo da ação é levar um pouco mais de cidadania a essas pessoas, que muitas vezes perdem a percepção de si e dos cuidados com o corpo e a saúde, colaborando com o resgate da cidadania. a ação também vai incluir um bate-papo sobre autocuidado”, disse Heline Santos, superintendente Executiva da FWF.

 

O Lindolfo Monteiro foi preparado para receber até 75 pessoas em situação de rua durante a pandemia do coronavírus. A estrutura conta com alojamentos separados para homens, mulheres e pessoas com algum sintoma de problema de saúde, além de estande com equipe de saúde multiprofissional, distribuição de refeições diárias, itens de higiene e limpeza diária do local.

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).