Pesquisa divulgada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) aponta que a sensação de segurança cresceu 208%, nos últimos três anos, entre os moradores dos bairros que compõem o projeto Lagoas do Norte. A pesquisa também mostrou que a quantidade de pessoas que se sentem seguras em casa aumentou 76% comparado aos resultados de 2016.

“Todos sabemos que a responsabilidade da segurança pública é do Governo do Estado, tanto na área de repressão quanto de punição. Então, estamos buscando formas de intervenção urbana e social para que possamos prevenir e criar melhores soluções. Podemos perceber que os diversos projetos que foram implantados, como ações sociais, de iluminação de espaços públicos, e da ordem pública deram resultados efetivos nessa região”, diz o prefeito de Teresina, Firmino Filho. Ele lembra também que está sendo criada uma Secretaria Municipal de Segurança Pública, que contará com o reforço de novos agentes da Guarda Municipal.

Segundo Samuel Silveira, secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), a implantação do Projeto Vila Bairro Segurança e a criação da Guarda Civil Municipal foram determinantes para a melhoria substancial da sensação de segurança naquela área. “Esses índices positivos são encontrados quando comparados com a primeira pesquisa realizada pelo Fórum em 2016, antes da implantação do Vila Bairro Segurança, que atua nos 13 bairros do Lagoas do Norte. Desde então realizamos blitzes na região e a presença de adolescentes em bares consumindo álcool e drogas ilegais diminuiu sensivelmente. Os resultados nos dizem que estamos no caminho certo”, afirma.

A pesquisa mostra que, em 2016, apenas 44% das pessoas entrevistadas se sentiam seguros em casa. Em 2019, essa percepção aumentou para 77,8%, um crescimento de 76%. Outro dado relevante diz que quatro anos atrás somente 9% dos moradores da região pesquisada se sentiam seguros andando nas ruas ou com o comércio aberto. O resultado atual mostrou que esse percentual aumentou para 27,8%. Isso representa um aumento de 208%.

“Quando a prefeitura, a partir deste diagnóstico, se propõe a fazer um plano municipal de prevenção à violência, estruturar um projeto como o Vila Bairro Segurança e criar uma Guarda Municipal, ela dá passos importantes para fortalecer o papel do município na segurança pública”, disse a representante do FBSP, Juliana Martins.

O relatório final da pesquisa mostrou também que diminuiu a quantidade de pessoas que eram vistas consumindo drogas. Em 2016, 64% dos entrevistados disseram ter presenciado o consumo de entorpecentes, no ano passado esse índice caiu para 56%. O índice de venda de drogas em local público também diminuiu, caiu de 31% para 15%.

“A pesquisa registrou ainda que houve uma significativa redução no número de roubos a residências – de 33% para 19%. Interessante dizer que esses resultados foram identificados após investimentos da prefeitura em programas de prevenção, repressão e até de infraestrutura. Ruas foram asfaltadas e iluminadas, praças foram revitalizadas. Todo esse esforço da Prefeitura de Teresina fez com que a população se sentisse mais segura”, finalizou Débora Ferraz, analista de políticas integradas da Semcaspi e coordenadora do Vila Bairro Segurança.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).