Durante o período de férias e datas comemorativas, o centro comercial de Teresina costuma ganhar um aumento no número de pessoas que se deslocam para fazer compras ou resolver problemas particulares. No entanto, é nesse tempo também em que mais acontece a ação criminosa de quadrilhas conhecidas como lanceiros.

O comandante da Guarda Civil Municipal, capitão Monteiro Silva, explica que os lanceiros são criminosos que se aproveitam da distração de pessoas que frequentam o centro comercial para furtar objetos sem que a vítima perceba. A ação é considerada rápida e dificilmente notada pela pessoa que perde o objeto.

“É importante que a população tenha toda atenção possível. Olhar para os lados e perceber se alguém está fazendo seu acompanhamento. Se possível, ande em filas, evite mochilas e celulares nas costas, e lugares isolados”, disse o Capitão Monteiro.

O comandante explica que a Guarda Municipal tem aumentado o efetivo nas praças e nas demais áreas de atuação e aconselha a população de como identificar os lanceiros.

“Eles nunca andam sozinhos, geralmente em três. Ação é muito rápida para que a vítima não perceba o furto. Geralmente um empurra, o outro distrai e o terceiro furta. Temos aumentando o efetivo, principalmente na praça da bandeira, onde o índice é maior. Mas é necessário redobrar a atenção, porque é um tipo de crime que a vítima tem dificuldade de reconhecer o elemento. Muitas pessoas só percebem que perderam o objeto quando chegam em casa”, explicou o comandante.

A Guarda Civil Municipal vem fazendo constantemente a identificação dos lanceiros que atuam no Centro comercial e tem feito o monitoramento. No entanto, o comandante reforça a necessidade do registro do boletim de ocorrência para tirar os criminosos de circulação.

“É preciso com que a população faça o registro, se não acontecer, os criminosos não ficam presos na Central de Flagrantes. É preciso entender que é uma parceria do serviço de segurança com a população para combater essas ações criminosas”, completou.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).