Notícias em destaque na página inicial

Manhã de lazer celebra Dia Municipal da Pessoa com Deficiência em Teresina

As primeiras horas da manhã do Dia Municipal da Pessoa com Deficiência, 22 de março, foram de muita diversão para os usuários do Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência. Isso porque a instituição realizou uma manhã de lazer com os usuários. Ao todo, 40 pessoas participaram da atividade.

Entre elas, está o Edivardo de Sousa, que possui deficiência intelectual e física, mas não deixa de sorrir e comemorar pela atividade. “Gostei muito de estar aqui com os meninos, brincando tudinho. Aproveitei todas as atividades, mas, principalmente, a piscina”, destaca. O Centro Dia visa auxiliar a autonomia, desenvolvimento e inclusão dos usuários.

A ação foi realizada no Clube do Servidor Municipal, na zona Norte de Teresina. A manhã de lazer propiciou atividades desenvolvidas por uma educadora física, lanche e banho de piscina. “Foi uma manhã de muita diversão. Os usuários estão muito felizes, pois momentos como esse são fundamentais, é algo fora da rotina. E o Centro Dia sempre propõe atividades de lazer para nossos usuários”, comenta Luzinara Soares, coordenadora da instituição.

O Centro Dia atende, prioritariamente, pessoas com deficiência, de 18 a 59 anos, que recebem Benefício de Prestação continuada (BPC) ou que estão inscritas no CadÚnico. O órgão é vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 18h, e está localizado na Rua Acre, n 352, bairro Ilhotas.

Guarda Municipal de Teresina recebe novo veículo e amplia frota de viaturas

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina recebeu mais uma viatura nesta semana, entregue pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). O veículo, modelo 4×4, irá compor a frota, que agora conta com sete carros e quatro motocicletas. Totalmente equipada, a viatura contribuirá com as atividades de proteção ao patrimônio público e assistência à comunidade.

Segundo Samuel Silveira, secretário da Semcaspi, a Guarda Municipal está em constante aperfeiçoamento e crescimento. “O trabalho é continuado, no sentido de, cada vez mais, equipar e gerar melhores meios de trabalho. Para que, assim, nossa finalidade de contribuir para a construção de espaços públicos seguros seja atingida”, comenta.

Por conta do constante trabalho de aperfeiçoamento, recentemente, uma equipe de guardas municipais participaram de um treinamento em pilotagem avançada de motocicleta, para aprimorar o domínio e segurança nas atividades com as motos do órgão. Ainda esse mês, todas as viaturas da GCM foram equipadas com giroflex, aparelho que auxilia com sinalização visual e sonora em momentos de emergência.

A Guarda Municipal foi criada por meio da Lei Complementar n° 3.834. O órgão, que iniciou suas atividades em 24 de janeiro de 2017, está presente no Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão, Parque Lagoas do Norte, Centros de Esportes Unificados (CEU) Norte e Sul, e praças da Bandeira, Fripisa e Rio Branco. Além disso, também é realizado patrulhamento no Parque Floresta Fóssil, Praça dos Skatistas, Mercado Central e Terminal do São Joaquim.

Cidade Solidária atende mais de 120 famílias que deixaram residências em área de risco em Teresina

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) divulgou, nesta segunda-feira (19), os novos números de atendimento do Programa Cidade Solidária. Segundo o órgão, atualmente, 121 famílias estão incluídas no programa e recebem o auxílio emergencial da Prefeitura de Teresina.

Destes, 20 famílias foram incluídas somente nos meses de janeiro e fevereiro, por conta da incidência de chuvas, que gerou riscos de desabamentos de casas e/ou alagamentos em algumas regiões de Teresina. As solicitações de inclusão no Cidade Solidária chegam após a identificação de riscos em residências da capital, feito pela Defesa Civil Municipal, órgão também vinculado à Semcaspi.

O ‘Cidade Solidária’ é de extrema importância porque ele faz com que situações de calamidades públicas sejam resolvidas de forma mais digna. Antes, havia um cenário onde as pessoas eram colocadas em creches, galpões. Hoje, você pode ser acolhido por uma família ou alugar uma casa”, destaca Selene dos Santos, chefe da divisão de articulação da rede socioassistencial da Semcaspi.

O Cidade Solidária é executado em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbanos e Habitação (SEMDUH), por meio da SDU ou SDR. O programa atende famílias em situações emergenciais de desabrigamentos, em consequência das chuvas, infortúnios, incêndios, alagamento, transbordamento de rios ou lagoas ou ainda, situações de vulnerabilidades temporárias.

Como ter acesso ao programa

Para ser incluso no Cidade Solidária, a Defesa Civil precisa identificar a situação, através de atendimento que pode ser solicitado pelo número 153. Notando o risco na área, o órgão repassa a demanda para a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) ou Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) da região. Em seguida, a SDU/SDR se dirige ao local, avalia a situação e, sendo necessária a inclusão da família no Cidade Solidária, encaminham a demanda à Semcaspi, que fica responsável pela assistência através da ajuda financeira.

O Programa possui duas linhas de atuação: o ‘Família Solidária’ e o ‘Residência Solidária’. No primeiro, a pessoa acolhida indica outra família para lhe receber e a Prefeitura repassa uma ajuda de custo no valor de R$ 250. No segundo, a família deve indicar um imóvel, no valor de até R$ 250, para alugar e a Prefeitura arca com o pagamento no prazo de um ano.

Sistematicamente, a família também é acompanhada pela Semcaspi, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), sendo fornecido, caso necessário, cesta básica, kit acolhimento e kit limpeza. 

Guardas municipais participam de treinamento em pilotagem avançada

Uma equipe de guardas municipais de Teresina participou do curso de ‘Treinamento em Pilotagem Avançada de Motocicleta’, ofertado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), entre os dias 14 e 15 deste mês. Durante a manhã e a tarde, as atividades tiveram como objetivo aprimorar o domínio e segurança na pilotagem das motos.


“A qualificação é sempre uma necessidade em qualquer gestão e nós temos primado por isso junto à Guarda Municipal. Com a utilização de motocicletas, a GCM consegue chegar mais rápido e atender com maior celeridade a população nas ocorrências. Portanto, essa constante qualificação, seguramente, traz bons frutos para a comunidade”, afirma Samuel Silveira, secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).


As aulas foram ministradas no auditório do SAMU e no estacionamento de um shopping da capital. A Guarda Civil Municipal iniciou o patrulhamento com motocicletas em janeiro deste ano. Ao todo, são quatro motocicletas e outras seis viaturas que compõem o quadro de veículos do órgão.


A Guarda Civil Municipal é vinculada à Semcaspi e atua, primordialmente, na proteção ao patrimônio público e assistência à comunidade. A população pode entrar em contato com GCM através do 153. A ligação é gratuita.

Viaturas da Guarda Municipal de Teresina recebem giroflex para agilizar o atendimento de ocorrências

Os seis veículos da Guarda Civil Municipal (GCM) de Teresina receberam o Giroflex, um aparelho com luzes intermitentes que ficam na parte de cima dos veículos que trabalham em situações de emergência. A aquisição, feita pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), visa dar mais agilidade para as ações da Guarda, bem como dar mais segurança no atendimento de ocorrências, diminuindo o risco de acidentes.

Desde o início da Guarda Municipal, já estava sendo buscado o aparelhamento dos veículos da instituição. Em 2017, o processo de licitação estava em andamento, sendo finalizado e concluído no início deste ano, foi dada a ordem de colocação dos equipamentos. “Entendemos como importante essa ação, porque permite uma locomoção dos guardas nos veículos de uma forma mais dinâmica, com a sonorização e a identificação da natureza da viatura da Guarda Municipal, que faz parte do contexto da redução da violência em Teresina” destaca o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

A Guarda Municipal está presente nos seguintes locais: o Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão, Programa Lagoas do Norte e Centros de Esportes Unificados (CEU) Norte e Sul, além das praças da Bandeira, Fripisa e Rio Branco. Além disso, a  GCM faz patrulhamento no Parque da Floresta Fóssil, na Praça dos Skatistas e também no Mercado Central de Teresina.

A Guarda Civil Municipal foi criada pela Lei Complementar n° 3.834 e iniciou oficialmente as atividades no dia 24 de janeiro de 2017, com a função primordial da proteção do patrimônio público e assistência à comunidade.

Guarda Municipal auxilia no combate a incêndio no Parque Floresta Fóssil

A Guarda Civil Municipal de Teresina auxiliou, nesta sexta-feira (10), uma ação imediata de combate a um princípio de incêndio no Parque da Floresta Fóssil, localizado na zona Leste da capital.

“A Guarda foi avisada que o Parque estava em chamas. Logo de imediato, acionamos o Corpo de Bombeiros. Uma equipe se deslocou ao local para ajudar o trabalho da Defesa Civil de Teresina e do Corpo de Bombeiros, que controlou o fogo”, explica o Capitão Monteiro Silva, Comandante da Guarda Municipal de Teresina.

A Guarda Municipal realiza patrulhamento periódico no Parque da Floresta Fóssil para evitar ações criminosas, garantindo um espaço público de segurança, e também evitando depredações no local. A Guarda foi criada pela Lei Complementar n° 3.834 e iniciou oficialmente as atividades no dia 24 de janeiro deste ano, com a função para a proteção do patrimônio público e assistência à comunidade.

Destaque

Teresina em Ação realiza mais de 13.800 atendimentos no bairro Bela Vista

Com mais de 13.800 atendimentos realizados, a 6ª edição do Teresina em Ação, que ocorreu neste sábado (11), no bairro Bela Vista, zona sul de Teresina, superou as expectativas da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). Na edição anterior, realizada no bairro Santa Maria da Codipi, na zona norte, quando foram feitos 10 mil atendimentos.

O evento, promovido através da parceria entre Prefeitura de Teresina e TV Clube, ofertou 86 tipos de serviços, 12 a mais que nas edições anteriores, nas áreas de saúde, assistência social, educação, esporte, lazer e cultura.

“A cada edição mais pessoas atendem ao nosso chamado e recebem o serviços oferecidos. É uma ação inovadora, pois a Prefeitura sai dos seus espaços tradicionais, bate na porta do cidadão e diz: ‘estamos aqui para melhor lhe servir’. É um programa muito importante que se consolida na cidade e que é feito de forma alegre, ativa e participativa”, destaca Samuel Silveira, secretário da Semcaspi.

Uma das novidades desta edição foi a Justiça Itinerante. Bastante procurada, foram realizados serviços como o “Divórcio ou Reconhecimento e Dissolução de União Estável”, “Retificação de Registro Civil”, “Restauração de Registro Civil”, “Suprimento de Registro Civil”, “Reconhecimento de Paternidade”, “Acordo de Alimentos” e “Acordo Revisão e Exoneração de Alimentos”.

A emissão de documentos, medição de pressão, entrega de muda de plantas, corte de cabelo e as atividades recreativas estiveram entre os serviços mais procurados, bem como Orientações sobre o CadÚnico.

A moradora do bairro Bela Vista, Francisca Maria, de 50 anos, aproveitou a oportunidade para fazer a atualização do cadastro. “Cheguei cedo para resolver isso, o que está sendo muito mais prático, pois é perto de casa. E já aproveitei que aqui também tem serviço de saúde para medir minha pressão”, diz.

Já a moradora Maria Alves, de 73 anos, foi ao evento para tirar a carteira do idoso. “Vim para ver a movimentação, as apresentações e já resolvo esse problema que estava pendente. Quero viajar, ir para outros estados com o direito à gratuidade. É um direito e está tão pertinho de casa”, conta a aposentada.

Guarda Municipal de Teresina inicia patrulhamento no Parque da Floresta Fóssil

A Guarda Civil Municipal de Teresina vem expandindo suas áreas de atuação com o intuito de garantir mais espaços públicos com segurança na capital. Agora, os guardas municipais também realizam o trabalho de patrulhamento preventivo diário no Parque da Floresta Fóssil, que fica na zona Leste de Teresina.

O objetivo é proporcionar o espaço mais seguro para as pessoas que realizam atividades físicas, de lazer e de pesquisa na região. “Nós estamos realizando um patrulhamento diário pela região para garantir segurança dentro do parque e também para aqueles que fazem o percurso de caminhada na Avenida Raul Lopes, para evitar crimes, como o uso de drogas e a realização de assaltos, por exemplo”, explica o Capitão Monteiro Silva, comandante da Guarda Municipal de Teresina.

“Com o nosso trabalho, também queremos fazer com que as pessoas ocupem mais o Parque, para as diversas atividades que o espaço oferece”, complementa o Capitão Monteiro.

A Guarda Municipal conta com o efetivo de 115 guardas, que atuam de forma fixa em oito pontos da capital. São eles: o Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão, Parque Ambiental Lagoas do Norte e Centros de Esportes Unificados (CEU) Norte e Sul, além das praças da Bandeira, Fripisa e Rio Branco.

Parque Floresta Fóssil

O espaço é tombado desde 2010 pelo Ministério da Cultura. Em 1993, através de um Decreto Municipal, foi assegurado como Parque Municipal da Floresta Fóssil do Rio Poti. No local encontra-se um raro acervo paleontológico, sendo fontes de pesquisa para estudiosos por dispor de dados para compreender as mudanças na paisagem e clima ao longo do tempo no Piauí.

Guarda Municipal participa de curso sobre prevenção a incêndios em Teresina

Nesta segunda-feira (30), a Guarda Civil Municipal de Teresina participou de curso com orientações em primeiros socorros para casos de princípios de incêndio. A formação aconteceu no Centro de Formação Odilon Nunes, na zona Norte da capital, e foi ministrada pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, Marcos Rolf.

O curso faz parte do planejamento da corporação, visando também a uma maior qualificação dos guardas. “Uma das atribuições da Guarda Municipal se refere à questão ambiental. Nós queremos, sobretudo nesse período de intensas queimadas, com altas temperaturas, que haja um melhoramento no primeiro atendimento, nos primeiros socorros e na prevenção aos incêndios”, declara o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira.

A ação foi comandada pela Defesa Civil, que visa realizar um trabalho de sensibilização e prevenção às queimadas e outros tipos de desastres naturais ou provocados pelo homem, tanto na zona rural, como na zona urbana de Teresina.

“Como há vários casos de incêndios em Teresina, avaliamos como importante esse trabalho com os guardas municipais, para passarmos esses conteúdos e ensinamentos. Assim, eles podem contribuir, caso necessário, na prevenção de incêndios na capital”, avalia o Capitão Monteiro, comandante da Guarda Municipal.

Guarda Municipal apreende mais de 500 porções de drogas em Teresina

Números são referentes ao período de janeiro a setembro de 2017

A Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM), criada com o intuito de garantir espaços públicos com segurança, chega a nove meses de atuação com bons resultados nas atividades de prevenção a crimes em locais públicos de concentração de populares. Desde o dia 24 de janeiro, data de início da atuação dos guardas, até o mês de setembro, foram registradas 506 apreensões de porções de drogas em 88 operações realizadas em praças e parques da capital.

De acordo com os dados oficiais da instituição, foram apreendidos 250 invólucros de maconha; 136 de cocaína; 28 de crack; dois de loló; e 52 medicamentos tarja preta sem prescrição médica. Também foram apreendidas 35 armas brancas, como facas e materiais pontiagudos; além de cinco simulacros de arma de fogo e um revólver. Houve, ainda, 19 conduções à Central de Flagrantes de Teresina, por motivos como: tráfico de drogas; porte de armas; por ameaça e desacato à Guarda Municipal; por lesão corporal; pichação e também por porte de animais silvestres sem a devida licença ambiental.

Para o Capitão Monteiro Silva, comandante da Guarda Municipal de Teresina, as ações têm aproximado os guardas da população, além de conquistar a confiança daqueles que frequentam os espaços públicos. “A população tem recebido e colaborado com a Guarda Municipal nas praças e parques. O número 153, disponibilizado no último mês de setembro, também tem auxiliado o nosso trabalho, porque aproxima ainda mais a população dos guardas municipais”, pontua o comandante da GCM.

De acordo com o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, “a Guarda Municipal tem ocupado bem os espaços públicos em que ela está sendo escalada, realizando um bom

trabalho, sobretudo em relação à apreensão de drogas, garantindo às famílias a utilização desses espaços. Essa é a missão da Guarda: promover a segurança das pessoas nos locais públicos”, afirma Samuel Silveira.

Ao todo, a Guarda Municipal conta com um efetivo de 115 guardas. Criada por meio da Lei Complementar nº 3.834, a atuação da Guarda Municipal é, primordialmente, para a proteção do patrimônio público e assistência à comunidade. Os guardas atuam em pontos como Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão, Parque Ambiental Lagoas do Norte e Centros de Esportes Unificados (CEU) Norte e Sul. Também estão presentes nas praças da Bandeira, Fripisa e Rio Branco e fazem patrulhamento no Parque da Floresta Fóssil