O projeto Mãe Teresinense tem feito a diferença no atendimento de mamães de Teresina. O projeto já contabiliza 98 atendimentos a gestantes e mães de recém-nascidos na capital. O levantamento foi divulgado pela Gerência de Proteção Social Básica (GPSB), da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI).

O programa oferece para as famílias que estão em situação de vulnerabilidade social e de renda, o transporte com segurança e conforto até a casa após o parto, além de auxiliar o acompanhamento do pré-natal. “O Mãe Teresinense é um serviço gratuito da Prefeitura que dá atendimento e conforto para as mães, superando a dificuldade de locomoção. E seu aspecto não se isola à locomoção, mas também no acompanhamento do pré-natal”, destaca o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

“Sabemos que dar o melhor para as nossas crianças é também cuidar de Teresina, elas são o nosso futuro. E o programa fortalece o Plano Municipal da Primeira Infância. Queremos garantir para as nossas famílias o acesso a mais benefícios que melhorem as perspectivas de vida das famílias”, complementa Samuel Silveira.

Para utilizar o serviço, a mulher deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) e realizar o teste de gravidez. Confirmada a gestação, se inicia o pré-natal na UBS. Logo após, a mãe é encaminhada ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) para ser realizado o cadastro no ‘Mãe Teresinense’, que utiliza critérios de renda per capita, além da gestante ter que estar inserida no Cadastro Único (CadÚnico).

A mãe também deve ser inserida no Serviço de Proteção e Atendimento Integral a Família (PAIF) e nas ações da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres. No CRAS, a gestante receberá um documento de concessão do Serviço de Transporte do Mãe Teresinense para ser entregue no Setor de Serviço Social da maternidade no dia de ter o bebê. Após o parto, a gestante e o recém-nascido são atendidos com o deslocamento da maternidade até a residência.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).