Para contribuir com o enfrentamento à violência, a prevenção é considerada um fator primordial. Por isso, no programa Vila Bairro Segurança, a frente de Prevenção trabalha ações integradas que buscam à identificação de fatores de risco e fortalecimento dos fatores protetivos, através do desenvolvimento de seis projetos articulados entre as secretarias do município. 

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Politicas Integradas (Semcaspi) divulgou os números correspondentes as ações preventivas de três projetos que integram o eixo, realizadas no período de fevereiro a outubro de 2018. No projeto Educando para Prevenir, que realiza ações educativas nas escolas municipais, através da Guarda Municipal de Teresina, 3.742 crianças receberam orientações sobre a prevenção às drogas. 

Já no projeto Sou Capaz, que atua na capitação profissional, 125 jovens de 18 a 24 anos participaram de cursos como de Operador (a) de microcomputador, operador (a) de Caixa, Operador (a) de Microcomputador; Corte de cabelo masculino e barbearia e operador (a) de Call Center. A turma do curso de operador (a) de Call Center contabilizou um total de 30 jovens participantes das aulas. Ao final da capacitação, 23 jovens foram encaminhados a seleções de emprego. 

O Núcleo de articulação e monitoramento (NAM) do Vila Bairro Segurança esteve em contato com esses jovens durante todo o processo de capacitação profissional e encaminhamentos ao mercado de trabalho. Através do acompanhamento, percebemos como o projeto do primeiro emprego vem fazendo a diferença na vida de cada um dos jovens que foi contemplado com a ação”, destaca Débora Ferraz,  assessora técnica de Políticas Integradas da Semcaspi e uma das coordenadoras do NAM. 

No projeto Paz na Escola, que visa à construção de uma cultura de paz dentro do ambiente escolar, foram realizadas oficinas sobre a prevenção à violência de gênero; prevenção à violência sexual; prevenção à violência no trânsito e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis/AIDS para adolescentes. Ao todo, quatro escolas municipais receberam as oficinas e, em números gerais, 1.859 alunos receberam as orientações. Além dos alunos, 51 professores de três escolas municipais também participaram das atividades. O projeto também realizou uma Colônia de Férias, no Escolão do Mocambinho, contemplando 400 alunos. 

Já o Projeto Meu Bairro é Vivo tem, entre seus objetivos, a requalificação de praças, reforma e iluminação de pontos de ônibus e construção de calçamento. Na primeira etapa, que prevê a requalificação de cinco praças, a Praça Princesa Isabel, no bairro Mafrense, já teve suas obras concluídas. Nas ações foi realizada a revitalização da praça, implantação da iluminação de LED, apresentações culturais e a doação de 1.000 livros. No momento, a revitalização está sendo realizada na Praça da Vila Carlos Feitosa. 

O Vila Bairro Segurança se mostra como um importante instrumento na formação da cultura da paz de toda uma comunidade. Todos os projetos se somam na perspectiva de consolidar algo que é extremamente importante, que é a sensação de segurança. Enxergamos, através da ótica da prevenção, uma ação que vem dando certo a partir dos seus resultados”, comenta Samuel Silveira, secretário da Semcaspi. 

Além da frente de prevenção, o programa Vila Bairro Segurança também atua na frente de proteção e pesquisa/monitoramento.  Na frente de proteção, os projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege trabalham, respectivamente, ações no controle de condutores embriagados, desarmamento, além da coibição da venda de bebidas alcoólicas a menores de idade. Já a frente de pesquisa e monitoramento visa à produção de conhecimento sob a construção de um observatório da violência.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).