O mês de outubro é de comemorar o Dia das Crianças, mas é também tempo de alerta sobre o trabalho infantil. Na capital, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), realiza a ação “Parada Acordar”. A ideia visa sensibilizar a sociedade sobre a importância da proteção das crianças e adolescentes em relação ao perigo do trabalho infantil.

A ação será realizada pelo Programa de Enfrentamento ao Trabalho Infantil (PETI), junto com representantes dos Conselhos Tutelares, CRAS, CREAS e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCAT), e acontece nesta quarta-feira (10) e na quinta-feira (11), em quatro pontos, nas quatro zonas da capital. Na quarta, acontece a ação “Parada Acordar” dentro do Mercado do Parque Piauí, na zona Sul, e também no Mercado do São Joaquim, na zona Norte. O horário previsto para as ações é entre 7h30 e 9h.

O “Parada Acordar” acontece ainda na quinta-feira, véspera do feriado, dentro do Mercado do Dirceu II, na zona Sudeste. Além deste ponto, a ação também levará sensibilização para o cruzamento das avenidas Nossa Senhora de Fátima com Senador Joaquim Pires, na zona Leste. Além de levar informação sobre os malefícios do trabalho infantil, a ação vai ofertar brindes com mensagens de valorizar e cuidar de cada etapa da vida.

O público-alvo da sensibilização são os motoristas e a população em geral que estiver nestes locais. “Essa ação tem um sentido nobre de melhorar a qualidade de vida das nossas crianças, no sentido de despertar a sociedade sobre a importância de crianças e adolescentes viverem cada etapa da vida de forma completa, sendo crianças, sendo adolescentes, e não adultos antes da hora, porque isso vai atrapalhar o adulto do futuro”, explica Franciana Beleense, coordenadora do PETI em Teresina.

O PETI, organizador da ação, é vinculado à Semcaspi, sendo responsável por articular o sistema da garantia de direitos em prol da erradicação do trabalho infantil. O órgão trabalha a partir de ações estratégicas estruturadas em cinco eixos: informação e mobilização; identificação; eixo proteção social; eixo defesa e responsabilização e monitoramento.

Como denunciar casos de trabalho infantil?

A população pode denunciar casos de exploração do trabalho infantil através do número 153, ou pelo PETI, também na sede do Conselho Tutelar, Centro de Referência da Assistência Social (Cras) ou Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) mais próximos de sua residência. Após a identificação, os órgãos públicos responsáveis tomarão as devidas providências para garantir a proteção social da criança, adolescente e suas famílias, bem como a garantia de direitos que naquele momento está sendo violada.

Confira a programação:

Zona Sul: dias 10/10 – Ação no Mercado do Parque Piauí;

Zona Norte: dias 10/10 – Ação no Mercado do São Joaquim;

Zona Sudeste: dias 11/10 – Ação no Mercado do Dirceu II;

Zona Leste: dias 11/10 – Cruzamento da Av. Nossa Senhora de Fátima com a Av. Senador Joaquim Pires e também no sinal da Av. Nossa Senhora de Fátima com a Av. Visconde da Parnaíba.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).