Realizado na Praça da Bandeira, no Centro da capital, o projeto Teresina em Ação do último sábado (30) contou, pela primeira vez, com as ações levadas pelo Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI). O órgão disponibilizou os serviços do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) e o Núcleo Permanente de Métodos Autocompositivos de Solução de Conflitos e Cidadania (NUPEMEC).

O órgão ofereceu à população o agendamento de conciliação e mediação pré-processual e processual. Além disso, houve ainda serviços de Cidadania, como Informações e tira-dúvidas sobre mediação judicial, mediação digital e sobre a  plataforma consumidor.gov.br. Ao todo, foram realizadas no local cinco mediações de conflito e pelo menos 50 mediações judiciais já ficaram agendadas.

Para a coordenadora do NUPEMEC, Patrícia Barros, a rapidez da resolução dos conflitos beneficia diretamente a população. “São casos de conflitos diversos, como o divórcio, pensão alimentícia, danos morais. Mas ficamos satisfeitos com o resultado no Teresina em Ação porque demos resoluções rápidas para cinco situações e isso é um número muito grande. E outros 50 já estão agendados e bem encaminhados também. E tudo isso em uma praça pública, acessível a todos que se interessarem em resolver conflitos. É algo que beneficia muito a população que mais precisa dos serviços”, afirma Patrícia Barros.

O evento

Foram cerca de 500 pessoas colaborando com o evento, com mais de 27 instituições presentes. Cerca de 30 tendas espalhadas por toda a praça para levar a população os serviços já oferecidos diariamente. Mais de 37 mil atendimentos foram prestados, dando a 12ª edição o recorde de público em um ano do evento.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).